sexta-feira, 16 de novembro de 2007

O Jornal da Globo e a retórica Neoliberal

Meus caros, o Jornal da Globo é o melhor telejornal do veículo que pertence à família Marinho. No aspecto de técnico, não tem como negar o padrão Globo de qualidade. O problema é que ele é feito à partir de uma ótica totalmente voltada para os ditames consagrados do chamado "Consenso de Washington", tão preceituado, segundo as regras do neoliberalismo, no início dos anos 1990.

William Waak é sem dúvida um jornalista de respeito, tem nome e já passou pelas principais redações do país como as do Jornal do Brasil, O Estadão e na malfadada Veja. Waak já chefiou editorias de Economia, Internacional e Política, portanto, é uma "fera" nesta ingrata e inglória profissão. Cobriu eventos importantes como a revolução islâmica no Irã e surgimento do Sindicato Solidariedade, na então Polônia comunista, que culminou com a queda do muro de Berlin. Enfim, o atual editor-chefe do Jornal da Globo ostenta um currículo invejável...Mas como não estamos aqui para encher e puxar o "saco" de ninguém, vamos ao que interessa. Atualmente, observo que a linha editorial do jornal sempre releva as maravilhas que o mundo globalizado e competitivo pode proporcionar aos pobres mortais deste inerte país.

A primazia da lógica do capital sobre o trabalho prevalece com matérias e editoriais que criticam abertamente a ascensão de políticas sociais na América Latina, feitas por governos nem sempre honestos e competentes como o nosso, hahahaha... O que eu não consigo entender é que o atual grupo de comanda o Brasil aplicou todo o receituário da política econômica do desmemoriado FHC - esqueceu tudo que pregava antes de ser presidente - e, ainda assim, sofre criticas pesadas de formadores de opinião, como o nosso emérito jornalista citado. Alguém acredita que o governo de Lula não seguiu à risca a pauta sugerida pelo "inominável" Consenso de Washington? Mais neoliberal,impossível...

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...