segunda-feira, 24 de março de 2008

Me conta, que te pago um cafezinho...

Meus caros, eis que finalmente chegou a tão aguardada Andréia Schwartz, a cafetina que entregou o ex-governador de Nova York, Eliot Sptizer, ao ‘dedurar’ um esquema de prostituição envolvendo uma vasta rede. A nova celebridade brasileira viajou na classe executiva ao lado do Rei Pelé, que de uma forma ‘deselegante’ não a reconheceu. O que me impressiona, é que a senhorita Schwartz teve sua passagem paga por um conhecido bispo proprietário de uma rede de televisão.

Mais uma vez a mídia encontra um personagem e se digladia por uma ‘significante’ declaração exclusiva. Não quero ser guardião da ética e nem da moralidade, mas será que merece credibilidade um trabalho jornalístico feito nesses termos? Isso me lembra uma antiga prática de jornalistas que cobriam o noticiário policial para os jornais que “espremiam sangue”, aquele famoso cafezinho para delegados, inspetores e até fanfarrões do crime.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...